Sérgio Santos: premiére de três obras
Sexta | 09/08/2019
20:30
Av. Afonso Pena, 1537 - Centro
Belo Horizonte, Brasil
Ingressos: R$25,00 (inteira) e R$12,50 (meia)
Clássico

Sérgio Santos: premiére de três obras

Sergio Santos: premiére da obra “Valsa Para Parar O Tempo”, e das obras “Metamorfose” e “Camiranga” (da suíte “Poemágica”) e “Lamento Do Pajé” e “Alto Xingu” (da suíte “Yvyraty”).

O compositor Sergio Santos é vinculado profundamente à canção popular, com trajetória que nessa área já lhe rendeu uma indicação ao Grammy. Esta será a primeira vez em que suas composições concebidas para a linguagem de orquestra serão apresentadas. Não se trata de arranjos orquestrais de suas canções, mas de obras que, ainda que em sua maioria incluam a canção, foram originalmente criadas para a formação de orquestra.

“Valsa Para Parar o Tempo” é uma peça que tem o clarinete como solista, apoiado pelo movimento do piano, da harpa e principalmente das cordas.

A suite “Poemágica” é um desenvolvimento orquestral originado em 6 pequenas canções criadas sobre poemas de Paulo César Pinheiro, poemas esses que são experimentações peculiares sobre a palavra. Dessa suite Sergio escolheu “Metamorfose” e “Camiranga”, ambas tendo a característica de ter o discurso da orquestra evoluindo até chegar uma pequena canção, e indo a partir dela se diluindo até o seu final. O compositor cantará as duas peças.

Já a suite “Yvyraty” é composta de 10 canções, todas também com texto de Paulo César Pinheiro, e que versam sobre a floresta amazônica e a cultura indígena. Dela Sergio escolheu duas obras, “Lamento do Pajé” e “Alto Xingu”, que também terão a sua voz como solista.

Formação:

A confirmar.